Caminhos do Outono/Inverno 2012/2013


Oiiiii meninas ainda dentro da temática “caminhos do Outono/Inverno 2012/2013”, o FFW publica nesta semana o report do WGSN focado no universo da beleza. Dentro dos conceitos “Hipercultura”, “Neutralidade Radical” e “Eco-hedonismo”, antecipe o que virá com força total na próxima temporada:
Hipercultura
©Reprodução/WGSN
Inspirado por uma mistura fantástica de origens e influências, diferentes elementos culturais se unem em harmonia para criar uma estética vibrante e super-híbrida. A “colonização cultural” abre espaço para a “colaboração cultural”, misturando referências étnicas para formar uma nova revolução global.
Campanhas: estética global. O WGSN cita como referência a campanha da Estée Lauder com Constance Jablonski, Liu Wen e Joan Smalls, respectivamente as primeiras francesa, chinesa e porto-riquenha contratadas pela marca. O bureau cita também a campanha “Bobbi Brown Pretty Powerful”, lançada em fevereiro de 2010, que mostrava “mulheres de verdade” de várias idades e grupos étnicos.
Cabelo: o report do WGSN indica uma abordagem mais criativa ao hairstyling, com finalizações que criam texturas contrastantes. As tranças e rabos de cavalo devem seguir com força, mas serão atualizados – as tranças serão espalhadas pela cabeça em diferentes tamanhos, e os rabos de cavalo terão texturas variadas. O cabelo preso em meio rabo será particularmente popular entre os mais jovens, com experimentações com texturas e ondas. Para os homens, a tendência das texturas molhadas e secas, muito vista nas passarelas, continuará com força; o foco, porém, será no acabamento em múltiplas texturas, em vez de uma ou duas áreas contrastantes. Além disso, os homens de cabelo curtinho vão deixar os fios mais longos; os fios serão grossos e com volume, por isso produtos de styling, especialmente os em pasta, serão essenciais.
Coloração: a coloração tem aparecido de forma mais experimental, graças à influência de celebridades como Rihanna, Lady Gaga e Nicki Minaj. De acordo com o WGSN, o foco será nos tons avermelhados, tanto para as mulheres quanto para os homens, só que em tons mais discretos do que os que têm feito sucesso atualmente. O dip-dye hair vai abrir espaço para blocos de cor, e os consumidores vão deixar o “faça-você-mesmo” e voltar para os salões de beleza especializados. A cor bem gráfica estará em alta, com mechas bem definidas de loiro, castanho escuro e preto espalhadas como luzes, ou na parte inferior do cabelo, quase escondido. Cores intensas também serão concentradas no topo da cabeça, em uma atualização do cabelo ombre. Quem tem fios escuros também vai experimentar com a cor, contrastando raízes claras com comprimentos escuros, ou adicionando “fatias” de cor no meio do comprimento dos fios.
Referências capilares do WGSN ©Reprodução/WGSN
Lábios: para o Outono/Inverno 2012/2013, os produtos para os lábios serão criativos e funcionais. Foco nos aplicadores tipo caneta, stick e crayon, como os que já estão sendo fabricados pela Smashbox, Revlon, Clinique e Nars. O acabamento mais utilizado será o matte, em fórmulas quase pastosas — as cores matte tendem a deixar os lábios ressecados, então as fabricantes de produtos de beleza terão que criar fórmulas altamente pigmentadas e de longa duração, e que também possuam ingredientes hidratantes.
Olhos: o vermelho e dourado estarão em alta, com texturas opacas que dão um efeito impactante. A cor é espalhada por toda a pálpebra e pode se estender até as sobrancelhas para um visual futurista. Para acompanhar, lábios nude e pele fresca.
Unhas: o nail art cheio de decorações vai começar a desaparecer; adesivos, cores duocromáticas e efeitos craquelados darão espaço a cores sólidas em tons vibrantes. Quanto ao formato, ele será bem longo e com a ponta arredondada. De acordo com o WGSN, as unhas naturais vão parecer falsas por causa do formato, e as unhas artificiais serão as mais longas vistas há muito tempo.
Rosto: os produtos multifuncionais serão importantes porque os consumidores levam vidas agitadas. Pra reduzir a necessidade de várias aplicações, além de tempo e dinheiro, os produtos híbridos vão oferecer múltiplos benefícios – por exemplo, em bases com serums e propriedades anti-idade. Entre as marcas que já oferecem esse tipo de produto estão a Stila, MAC, Biotherm, La Prairie, By Terry e John Tsagaris. O BB Cream (“blemish balm cream”), creme multiuso muito popular em países como a Coreia do Sul e o Japão, vai ganhar força no Ocidente.
Neutralidade Radical
©Reprodução/WGSN
O foco é em um novo minimalismo. Mensagens de calma e discrição permitem que a pureza e a simplicidade ganhem destaque. O menos, definitivamente, é mais. As regras de gêneros são quebradas e a divisão masculino-feminino fica mais tênue.
Campanhas: a ideia de androginia teve um forte impacto em campanhas recentes de beleza. O WGSN cita como referências a coleção Primavera 2011 da Nars, com a modelo Iris Strubegger com o cabelo puxado para trás, vestindo uma camisa masculina com gravata; e a campanha do Magically Cool Liquid Powder da MAC, que, segundo o bureau de tendências, representa bem a mensagem de neutralidade de gêneros com seu efeito desbotado, neutro e simples.
Cabelo: o rabo de cavalo bem arrumado continua, e é atualizado com a altura na base do pescoço. O formato em cone, como usado recentemente em um desfile de Issey Miyake, é citado como referência pelo WGSN. Quanto ao corte, o cabelo bem curto e com cara de masculino será muito adotado pelas mulheres, com stylingGaultier, em que os modelos tinham cabelos compridos, ondulados e com divisão lateral. O WGSN prevê uma versão mais “usável” desse look, com o comprimento médio e ondas naturais.
Coloração: o preto virá como uma cor sólida, em cortes gráficos finalizados com produtos que dão um visual brilhante, quase plástico. Com o número crescente de modelos asiáticas nas campanhas e desfiles de moda, o WGSN prevê um novo desejo por fios escuros e brilhantes, aumentando a oferta de tons de preto nos salões especializados em coloração. Quem tem fios claros também vai experimentar com os castanhos escuros e pretos, e mesmo as cores vibrantes darão espaço a um visual mais natural. Quanto aos fios loiros, eles devem ganhar reflexos dourados e quase cor de rosa, que dão um efeito “dirty blond”.
Referências capilares do WGSN ©Reprodução/WGSN
Lábios: a simplicidade é fator central na Neutralidade Radical, e tem um enorme impacto nas embalagens de beleza. O foco será na eficiência e performance dos ingredientes, especialmente em cosméticos com cor, particularmente nos feitos para os lábios. O WGSN aposta nas seleções de tons nude, naturais, em texturas cremosas, e cita a coleção de batons da marca Tom Ford como referência dessa tendência.
Olhos: sobrancelhas marcantes. Ultimamente os produtos voltados para o fortalecimento dos cílios têm dominado o mercado, mas o WGSN prevê que o foco irá para as sobrancelhas fortes e gráficas, combinadas a um rosto e lábios nude. O bureau cita como referência o Eyebrow Renewing Serum da marca alemã M2Beauté, que promete promover o crescimento dos pelos das sobrancelhas.
Unhas: dentro da Neutralidade Radical, a tendência é de unhas simples, curtas, levemente quadradas e pintadas em cores neutras. O WGSN cita como referência a coleção Cashmere da Nails Inc, e o tom Naked da Deborah Lippmann.
Rosto: a estética será de pele com textura natural, em sua melhor forma possível; por isso, produtos que oferecem limpeza profunda serão chave. O Clarisonic Skincare System é citado como referência por prometer uma limpeza seis vezes mais eficiente do que a manual, diminuindo o tamanho dos poros, uniformizando a pele, reduzindo o aparecimento de linhas finas e potencializando a penetração de cremes e serums na pele. Quanto aos cosméticos, os primers serão importantes para garantir uma pele perfeita; o WGSN cita os produtos da Nars (Pore Refining Primer), Bobbi Brown (SPF15 Tinted Moisturiser), Alpha-H (linha Clear Skin) e Absolution (estes dois últimos, por seus produtos unissex) como referências dessa tendência.
Eco-hedonismo
©Reprodução/WGSN
O eco-hedonismo combina sustentabilidade com misticismo e hedonismo. O foco é na criação de um novo luxo paralelo à natureza por meio da mistura do orgânico, sintético e elementos de engenharia para criar híbridos contemporâneos.
Estética: “nature luxe”. Trata-se de uma mistura do orgânico+luxo, ou do orgânico+performance, com uma nova geração de produtos que devem capturar esses extremos e contradições. O design da passarela do desfile Inverno 2011 da Lanvin é citado como referência pelo WGSN devido à atmosfera sinistra e nebulosa que une natureza e ambiente de luxo. O bureau cita ainda o Floating Gardens Spa, espaço que deve ser finalizado ainda este ano no centro de Amsterdã, com um projeto sustentável que inclui um jardim vertical criado para ajudar na conversão de CO2 em oxigênio.
Cabelo: o WGSN aposta em cachos bem definidos conquistados com a ajuda de produtos de styling – o xampu seco dará espaço a produtos tipo sérum, usados com equipamentos elétricos como babyliss. Quanto aos penteados presos, o Outono/Inverno 2012/2013 trará uma grande variedade de coques em formas orgânicas, como os vistos na passarela de Antonio Marras. Os homens também devem experimentar com os cachos, ajeitando-os na frente da cabeça, quase como uma franja, e mantendo as laterais e a parte de trás mais curtas. Para os meninos de cabeço liso, a aposta é no penteado empurrado para a frente, em camadas curtas com textura seca e bastante movimento.
Coloração: o foco será nas cores inspiradas pela natureza; loiros terão menos destaque, abrindo espaço para os castanhos e os vermelhos escuros. As cores serão aplicadas em camadas para criar um efeito intenso, saudável e tri-dimensional, por isso os consumidores retornarão aos salões profissionais. Para quem não se separa dos fios loiros, a novidade é que os tons mais quentes estarão em alta, tanto para elas quanto para eles, em castanhos claros e tons quase de areia.
Referências capilares do WGSN ©Reprodução/WGSN
Lábios: as cores vibrantes ficarão mais escuras, fortes, altamente pigmentadas e em textura matte. O WGSN prevê também a expansão de linhas de maquiagem ecologicamente corretas e com ingredientes naturais, citando como referências a coleção Uruku da Aveda, produzida em colaboração com a tribo brasileira Yawanawa, e a coleção Pretty Amazing Lipcolor da Bare Minerals, enriquecida com minerais.
Olhos: os tons em alta serão os terrosos e esverdeados, incluindo cáquis, verde-limão e verde-oliva, usados em combinações de dois ou três enquanto o resto do rosto fica natural. O WGSN indica o uso do lápis verde para contornar os olhos como alternativa ao clássico delineador preto. Os tons de bronze, populares atualmente, devem continuar em alta, mas atualizados para um laranja avermelhado. O bureau destaca também a importância das sombras em pó com brilho metálico em substituição às texturas cremosas atualmente em alta no mercado.
Unhas: os novos esmaltes vão focar na inovação de ingredientes em vez de acabamentos, já que a tendência será a volta das cores sólidas. O WGSN destaca o esmalte Gold Leaf Nail Varnish da Rococo, feito com ouro 24 quilates, como exemplo do luxo associado a cores e acabamento naturais. O bureau destaca também o crescimento do mercado de esmaltes atóxicos, livres de substâncias químicas nocivas, e cita a marca Organic Pharmacy como referência da tendência.
Rosto: o WGSN aponta para o crescimento do segmento de produtos naturais altamente sofisticados, chamados de “naturais híbridos” por sua combinação de ingredientes naturais e tecnologias avançadas. O bureau cita as marcas Bare Minerals, Origins, La Mer e Ahava como referências da tendência.



Gostaram ? um  pequeno resumo de tudo que diz respeito a moda e beleza!


Bjinhos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita. Volte logo!