As brasileiras: no dia da mulher o presente que veio do Senado Federal





Oiiii meninas nada melhor do que ficar antenada das noticias importantes, no nosso espaço além de moda, também ficamos por dentro do que acontece no mundo. Por isso encontrei um texto que  tem por objetivo discutir o espaço e as conquistas femininas na sociedade brasileira





O maior presente que as mulheres brasileiras poderiam ter recebido em 2012 no dia internacional da mulher foi a aprovação no Senado Federal em 06/03/2012 um projeto de lei que prevê punição financeira para empresas que pagarem salários menores para mulheres que realizam as mesmas funções que os homens.
Garantir o princípio da igualdade ou da isonomia não deveria ser um direito a ser conquistado por mulheres, negros ou minorias. Mas, infelizmente num país de desiguais a lei precede o bom senso. Ao longo dos séculos vem se ganhando espaço em diversas culturas e civilizações. O pensamento ocidental e as lideranças femininas têm influenciado o mundo sobre as questões relacionadas ao preconceito de gênero.
Sabe-se que apesar da extensa jornada de mãe, trabalhadora, esposa e muitas vezes estudante a maioria dos diplomas universitários são obtidos por mulheres o que indica que estão mais preparadas profissionalmente para o mercado de trabalho. Apesar de significativa presença no mercado de trabalho nos últimos anos verifica-se, contudo, que em posições executivas de alta chefia prevalecem os homens. Exemplo mais contundente de tal descriminação.
Mulheres possuem competências notórias de planejamento, organização, poder de realização, iniciativa, criatividade, ponderação que colaboram num processo de gestão organizacional. Não quero dizer com isso que os homens também não possuam competências para altos cargos. Cada gênero é dotado naturalmente de determinadas capacidades e de acordo com a função um pode se adequar melhor do que o outro. Mas, existe uma dívida social e cultural que começa a ser revertida.
Interessante notar que mulheres tem se despontado no cenário econômico como empreendedoras no segmento de alimentos, moda, design, saúde, educação e tantos outros. Algumas com as quais tenho convivido de perto me inspiram pelo fato desse perfil surgir mais cedo nas mulheres.
Finalmente quero ressaltar o que provavelmente fez com que muitas mulheres chegassem até aqui: a garra e a determinação de lutar pelo seu espaço e objetivos.
Tornemos vivo esse projeto de lei cobrando o respeito e o espaço merecido sem perder, contudo a leveza que nos faz ter esse perfil único e um aroma suave.

Bjinhos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita. Volte logo!